4 dicas para inovar seu negócio

Qualquer tipo de negócio deve estar alinhado com a perspectiva de mercado, o que envolve mudanças constantes, que exigem atenção não apenas para o desenvolvimento sustentável de uma empresa, como também para alcançar destaque no mercado.

Além da necessidade do conhecimento de características que envolvem cada segmento, o cenário geral do mercado deve ser analisado por empreendedores, para viabilizar inovações compatíveis com cada negócio.

No entanto, em prol de um entendimento claro, é interessante abordar alguns conceitos imprescindíveis para esse contexto.

O empreendedorismo e a transformação digital

É de grande importância abordar que ser um empreendedor vai muito além de abrir uma empresa, por exemplo, de reforma de imóveis.

Isso se deve ao fato de que o conceito de empreendedorismo está associado com a postura do profissional, essencialmente com a capacidade não apenas de idealizar, como também de planejar e executar projetos.

Entre as características de maior relevância nesse conceito, é possível citar:

  • Estratégias;
  • Criatividade;
  • Adaptabilidade;
  • Manejo de riscos.

Por essa razão, não abrange apenas o início de empresas, mas o aperfeiçoamento de diversos negócios, com destaque para a adoção de medidas inovadoras.

A partir da transformação digital, nota-se também outras características nesse cenário, como a adoção cada vez mais evidente da tecnologia na produção e promoção.

Dessa maneira, pode-se dizer que, além dos aspectos que formam a base do empreendedorismo, hoje em dia a tecnologia apresenta-se como um elemento central das estruturas organizacionais.

Entre os pontos da divulgação da internet e empoderamento crescente dos consumidores, estão as novas formas de fazer negócios, incorporadas, essencialmente, para atender as distinções das demandas.

Sendo assim, as modificações nas estruturas das empresas são, muitas vezes, acompanhadas por lideranças diferenciadas, assim como o fluxo de trabalho e a relação com a audiência.

Um grande exemplo nesse cenário são as startups, caracterizadas pela busca de inovação, escalabilidade, além da priorização de um negócio que seja não apenas rentável, mas que promova valor para os clientes.

Essa é uma característica importante de negócios que acompanham a transformação digital, pois conforme abordado, o comportamento do consumidor apresenta distinções, especialmente em relação às exigências.

Além de abordar o conceito de startup, é interessante apresentar alguns dos principais modelos adotados para fazer negócios, tais como:

Marketplace

Embora seja um dos modelos mais antigos entre os tópicos apresentados, o marketplace representa um dos maiores destaques de negócios online.

Uma determinada plataforma apresenta produtos variados de diferentes marcas, por exemplo, itens eletrônicos de empresas que atuam com sistema de monitoramento residencial.

On demand

Já esse modelo atende, essencialmente, a demanda, tendo grande semelhança com serviços por assinatura, devido ao fato de que as empresas buscam atuar de forma que potencialize a agilidade.

Um exemplo nesse caso são aplicativos de viagens, que ganham cada vez mais espaço no mercado.

Free

Essa forma de transação comercial envolve o oferecimento de recursos gratuitos, mas por outro lado, os clientes transmitem dados pessoais.

Basicamente, de acordo com o uso, mais informações são captadas para serem aplicadas em táticas comerciais posteriormente, como em anúncios precisos, sendo esse o caso, principalmente, de mídias sociais. 

Assinatura 

Diferentemente da opção anterior, o modelo por assinatura, comumente, exige um pagamento mensal ou anual.

Então, a partir da opção escolhida, são disponibilizados os serviços ou produtos predefinidos.

É um dos grandes marcos da transformação digital, principalmente, com a popularização de aplicativos e dos televisores que permitem acesso à internet.

Muitas alternativas permitem que ocorra o upgrade, desde que o valor seja alterado, então, em diversos casos, o crédito é a principal ou única forma de pagamento.

De qualquer forma, é interessante apostar na conciliação cartão de crédito, que permite checar as condições das operações efetuadas, tanto nessa opção de pagamento quanto no débito.

Essa é uma maneira crucial para a validação de compras, que evita grandes problemas para as empresas e clientes.

Freemium

Conforme a nomenclatura indica, esse modelo abrange recursos gratuitos, que, normalmente, são os serviços básicos, e upgrades para contas premium, que de acordo com o valor ou assinatura escolhida, dá direito ao cliente ter mais opções.

Esse é um modelo que pode estar presente, desde empresas que desenvolvem sistema de estoque até aplicativos de edição de imagem, jogos, entre outras possibilidades.

Como inovar no seu negócio?

Ter conhecimento de conceitos, como os que foram apresentados já é um passo importante para que os empreendedores conquistem uma visão mais ampla do mercado, além das possibilidades que podem ser exploradas.

Pode-se observar, principalmente, que os modelos estão fortemente associados não apenas com o desenvolvimento do mercado no geral, mas com os avanços tecnológicos e hábitos do consumidor.

Dessa maneira, para que a inovação seja alcançada, diversas dúvidas podem surgir. No entanto, com algumas dicas é possível seguir um caminho que conte com maior assertividade, por exemplo:

1) Tenha a tecnologia como aliada

A tecnologia é uma das protagonistas nesse contexto e, sem dúvidas, é preciso identificar as melhores formas de utilizá-la, de maneira que se torne um dos pilares da empresa.

Além de apostar na presença em plataformas digitais e estratégias elaboradas com esse direcionamento, é possível investir em softwares específicos para uma melhor gestão.

Hoje em dia, é possível encontrar uma série de recursos que se apresentam como soluções interessantes para esses casos, como uma marca que realiza instalação elétrica industrial e aposta em um software que permite a integração de diferentes setores da empresa.

É uma forma de alcançar um melhor fluxo de trabalho, devido à centralização de informações e rapidez proporcionada por programas desse tipo.

Ademais, essa é uma solução que viabiliza decisões mais ágeis e assertivas devido a uma melhor captação e organização de dados.

Sendo assim, pode-se perceber que não basta estruturar ou apostar na terceirização de TI, pois os recursos que envolvem uma mudança organizacional vão além do aprimoramento desse setor.

Todavia, contar com profissionais devidamente treinados para atender às novas demandas tecnológicas é algo que não deve ser negligenciado, pois certamente terá impacto no dia a dia da empresa.

2) Priorize a experiência do cliente

Conforme apresentado, a experiência do cliente é um dos aspectos cada vez mais trabalhados, principalmente devido aos impactos da transformação digital.

Sendo assim, priorizá-la é uma dica poderosa, até mesmo para as empresas que já estão no mercado há um certo tempo.

Por exemplo, uma empresa que vende expositor de esmalte para manicure e oferece produtos para outros empreendedores, pode apostar em uma tática diferenciada, que seja positiva para o consumidor.

Entre os recursos que podem ser trabalhados na adoção dessa dica, é possível citar o uso de marketing de conteúdo, que consiste na elaboração de materiais enriquecedores que contribuem com a atração e conversão de clientes.

Além disso, garantir canais bem estruturados para a obtenção de informações, efetuar pesquisas de satisfação e usar os dados captados para experiências mais personalizadas, são outras ações que podem fazer grande diferença.

3) Conheça seus clientes

Essa é uma dica crucial para a atuação geral de uma empresa, principalmente, ao considerar que a falta de conhecimento de público dificulta que ações direcionadas adequadamente sejam tomadas.

Seja uma empresa de terceirização de portaria ou de qualquer outro setor, ao ter conhecimento do cliente, será possível analisar formas distintas de atender suas necessidades.

É fácil pensarmos que com essa tática, mais clientes serão conquistados e expectativas serão superadas.

Sempre há um espaço para inovar, seja de forma mais sutil na estrutura organizacional ou com grandes ações para o público.

4) Aposte no networking

O networking é significativo para qualquer área, uma vez que consiste em uma rede de contatos que permite não apenas a troca de informações, como também pode proporcionar diversas oportunidades.

É fundamental considerar que a troca de experiências tende a ser muito rica em eventos da área da empresa, encontros mais sutis entre empresários e, até mesmo, análises de mercado realizadas com outros profissionais.

Depois de feito o contato, fica mais fácil explorar e descobrir outros pontos positivos para a sua empresa.

Naturalmente, não é sempre que as oportunidades de melhorias a partir do networking serão claras, o que exige uma postura aberta às informações e mudanças de cada empreendedor.

Não apenas em relação a quarta dica, mas ao analisar o cenário do empreendedorismo, embora existam diversos caminhos a serem adotados, a princípio inovar pode não ser uma tarefa simples, em especial, para empresas que estão há alguns anos no mercado.

Todavia, o pensamento estratégico é uma característica do empreendedorismo e ao alinhá-lo com a criatividade, conhecimento do próprio negócio e adaptabilidade, existem grandes chances de apostar nos meios mais compatíveis com a empresa e, consequentemente, obter resultados positivos na inovação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.