Curso de segurança pública: como funciona?

Curso de segurança pública

Você quer já trabalha ou quer trabalhar no combate ao crime, precisa conhecer o curso de segurança pública.

A gestão de segurança pública é de extrema importância para a sociedade, pois é através dela que se previne e reprime ações violentas nas ruas.

Além disso, esses gestores também elaboram programas e políticas públicas para a segurança, levando sempre em consideração os interesses da sociedade e os direitos humanos.

Quer saber mais sobre o curso de segurança pública? Acompanhe!

Curso de Segurança Pública

Em princípio, o curso de segurança pública é oferecido tanto no grau de bacharelado, por 4 anos, quanto no tecnológico, com duração de 2 anos.

Ao passo que, durante o curso, o aluno desenvolve o domínio de dispositivos administrativos, penais e processuais penais referentes às ações de segurança pública.

Além disso, o curso capacita a compreensão de teorias e abordagens sócio psicológicas e desenvolve habilidades para lidar com a complexidade das situações, dos riscos e incertezas.

Dessa forma, o curso habilita os profissionais para trabalharem com política, investigação, gestão, planejamento e técnicas operacionais.

Sobretudo, é importante ressaltar que para fazer o curso de segurança pública é necessário ter vínculo aos órgãos ou Instituições de Segurança Pública, tais como: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Agente Penitenciário e Guarda Municipal.

Grade Curricular do Curso Tecnólogo em Segurança Pública

  • Abordagens Sociopsicológicas da Violência e do Crime;
  • Análise de Cenários e Riscos;
  • Contabilidade Básica;
  • Criminologia;
  • Fundamentos da Gestão Integrada e Comunitária;
  • Ética e Cidadania;
  • Fundamentos das Ciências Sociais;
  • Fundamentos dos Estudos Jurídicos em Segurança Pública;
  • Gestão de Conflitos e Eventos Críticos;
  • Gestão Integrada de RH;
  • Governo e Gestão: Estrutura do Setor Público;
  • Introdução à Administração;
  • Língua Portuguesa;
  • Matemática para Negócios;
  • Metodologia Científica;
  • Mobilização Comunitária;
  • Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional;
  • Prática de Pesquisa em Segurança Pública;
  • Preservação e Valorização da Prova;
  • Prevenção e Mediação de Conflitos;
  • Primeiros Socorros;
  • Psicologia Social I;
  • Relações Humanas;
  • Seminários Integrados em Segurança Pública;
  • Sistema de Segurança Pública no Brasil;
  • Tecnologia, Informação e Comunicação em Segurança Pública;
  • Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão;
  • Tópicos Especiais em Segurança Pública;
  • Trabalho de Conclusão de Curso em Segurança Pública;
  • Uso Legítimo da Força;
  • Valorização Profissional e Saúde do Profissional de Segurança.

Mercado de Trabalho

Quem se forma no curso de segurança pública, atua principalmente nas áreas de segurança e ordem pública, segurança comunitária, defesa civil, polícia técnico-científica e polícia investigativa.

É um mercado vasto, pois, quanto mais a população cresce, maior é a necessidade de programas e ações de combate ao crime, de repressão da violência e também de administração de conflitos sociais.

Além disso, o profissional também pode atuar em áreas de pesquisa no setor privado, que dialogam com o poder público em relação a projetos de segurança.

Também encontra espaço na Defesa Civil, para atuar em ações emergenciais como enchentes e catástrofes naturais, por exemplo. Ainda assim, pode trabalhar com gestão de segurança em eventos.

Algumas das atividades que o gestor de segurança pública pode atuar:

  • Administração de instituições de segurança pública;
  • Captação de recursos;
  • Elaboração e execução de políticas preventivas;
  • Gestão de segurança e ordem pública;
  • Minimização de catástrofes;
  • Prevenção da criminalidade;
  • Programas e políticas de combate à violência;
  • Segurança comunitária;
  • Segurança da população em caso de enchentes, desabamentos, incêndios, entre outros.

Áreas de atuação

O campo de atuação principal são os órgãos públicos municipais, estaduais e federais, tais como:

  • Corpo de Bombeiros;
  • Guarda Municipal;
  • Ministérios;
  • Polícia Civil;
  • Polícia Rodoviária Federal;
  • Penitenciárias;
  • Polícia Militar;
  • Polícia Federal;
  • Secretarias de Segurança.

Para ingresso nesses órgãos, normalmente são feitos concursos públicos.

Além disso, poderá atuar como:

  • Avaliador: avalia procedimentos;
  • Consultor: atua intermediando problemas de segurança de setores;
  • Gestor: coordena profissionais, orientando metas e objetivos;
  • Pesquisador: estuda temáticas de mediação de conflitos;
  • Planejamento: atua no aperfeiçoamento de profissionais;

Perfil Profissional

Primeiramente, para atuar na segurança pública, é necessário ter capacidade de trabalhar em equipe e ter perfil de liderança.

Além disso, ter iniciativa e agilidade é fundamental para poder atuar em situações não planejadas.

É necessário ter uma postura ética, respeitar os direitos humanos e responsabilidade social para poder atuar dentro da sociedade, para que ela se torne mais justa e menos violenta.

Dessa forma, ter capacidade de avaliar contextos e analisar cenários para colocar em prática planos de ação também se faz necessário.

Habilidade de negociação e comunicação fazem do profissional, acima de tudo, uma pessoa mais acessível.

Salário

Em princípio, o salário dos profissionais de segurança pública variam tanto de região para região, quanto de órgão.

Segundo o site Catho, a média salarial em início de carreira está entre R$ 1.300,00 e R$ 2.000,00.

Já um gestor de segurança, pode ganhar em média R$ 6.351,26 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. Isso, de acordo com o site salario.com.br, junto a dados oficiais do Novo CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, eSocial e Empregador Web.

A faixa salarial do gestor de segurança fica entre R$ 3.560,00 e R$ 17.195,79.

O que você achou do curso de segurança pública? Acha que tem perfil para atuar nessa área? Conta pra gente!