Dicas para otimizar o seu e-commerce

Grande parte da rotina das pessoas envolve algum tipo de benefício oferecido pelo mundo virtual. Seja para realizar compras em um e-commerce para pagamento de contas, a internet se faz cada vez mais necessária na resolução de alguma tarefa do dia a dia.

Nessa perspectiva, é cada vez mais frequente empresas enxergarem a criação de um e-commerce como um investimento, justamente para que possam se tornar mais competitivas dentro do seu mercado de atuação.

Para isso, é preciso criar uma loja online que seja de fácil navegação, ofereça bons produtos, frete rápido e que possua um atendimento simplificado e de qualidade.

Esses são alguns dos pontos essenciais para o sucesso de qualquer e-commerce, fazendo com que ele se destaque de maneira positiva dentro do seu segmento.

Além disso, para que um e-commerce seja bastante eficiente, é preciso que ele seja bem administrado e que possua grande parte dos seus processos otimizados, de maneira a garantir que o funcionamento seja praticamente automatizado.

Esses processos garantem menores margens de erro, além de facilitar a organização, com o uso de algumas ferramentas indispensáveis para qualquer loja virtual.

Quais as vantagens da otimização de um e-commerce?

Um e-commerce pode surgir de duas maneiras: a primeira delas está relacionada à expansão de uma loja física, que deseja elevar o seu negócio para um novo patamar, atendendo a nível estadual ou até mesmo nacional.

A segunda, que é cada vez mais comum, se relaciona com a abertura de um novo negócio, sem que ele esteja necessariamente ligado a um estabelecimento físico.

Em qualquer um dos casos, a administração de um e-commerce vai demandar muita disciplina e organização, já que a tendência desse mercado é expandir cada vez mais.

Justamente nesse contexto, é preciso encontrar meios de tornar a rotina de administração do negócio mais ágil e eficaz.

Entre as principais vantagens da otimização, estão:

  • Maior controle de estoque;
  • Administração das vendas;
  • Processos automatizados;
  • Logística facilitada.

Tudo isso pode ser facilmente realizado com ferramentas de gestão capazes de fornecer diferentes soluções para um e-commerce, envolvendo tanto o planejamento de atividades quanto a divulgação do negócio.

Planejamento e rotina de um e-commerce

A rotina de um e-commerce deve ser linear, ou seja, planejada de acordo com a sua demanda e, quando for necessário, possuir uma margem para atender uma exigência maior.

Todos os pontos envolvidos em um planejamento estratégico visam evitar transtornos e estresse em momentos atípicos, onde podem surgir solicitações que fogem da normalidade.

Afinal, em qualquer tipo de negócio podem ocorrer imprevistos, e por isso se faz sempre necessário possuir um plano de ação para casos assim.

Isso abrange desde a parte administrativa até a logística, que precisam ser sempre bem organizadas.

Processos como o de comprar caixa de papelão personalizada para o envio de produtos ou o suporte dado ao cliente no pós-venda são essenciais dentro da rotina de um e-commerce, integrando de maneira indispensável o planejamento do negócio.

Mas, além desses, muitos outros processos internos devem ser incluídos dentro do planejamento, de modo a evitar possíveis imprevistos dentro de um e-commerce.

Para atender a essa demanda do planejamento, foram desenvolvidos alguns tipos de sistemas que auxiliam nessa organização, chamados de ERP (Enterprise Resource Planning).

Ferramenta de gestão: sistemas de automação para e-commerce

Um ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) surgiu como uma solução eficaz para auxiliar no processo administrativo de um negócio.

Com funcionalidades simples, permite controlar o estoque de produtos, indicando a quantidade de itens disponíveis e até mesmo o de logística, administrado a quantidade de caixa de papelão ondulado utilizada no envio dos produtos.

Por isso, o ERP permite que o estoque de uma loja física seja o mesmo de uma loja virtual, tornando possível administrar paralelamente as vendas realizadas nas duas modalidades.

Desse modo, quando ocorre uma transação na loja virtual, o sistema dá baixa no produto, tirando-o do estoque.

Assim, se uma empresa realizou a venda de compressor de ar pelo seu e-commerce e só possuía uma unidade no estoque, ele não constará mais como disponível, evitando que o mesmo produto seja comercializado duas vezes.

Além disso, um ERP pode emitir notas fiscais no ato da compra, ou seja, facilita o processo fiscal da loja de modo automatizado.

Isso pode ser feito facilmente por meio do cadastramento do produto na base de dados do sistema, fazendo com que ele seja identificado no ato da compra, e enviando a informação para o emissor de NF.

Ou seja, se um sistema possui previamente o cadastro de um produto como garrafa pet 500ml atacado, quando ocorre a transação na loja virtual, o sistema já realiza a baixa no estoque e permite a emissão da nota fiscal de maneira rápida, agilizando todo o processo de logística da empresa.

Outra funcionalidade bastante importante de um ERP é o controle financeiro.

Ele oferece relatórios importantes sobre entradas e saídas de caixa e permite uma administração dos recursos da empresa de maneira mais objetiva e transparente.

Assim, evita-se surpresas no momento de comparar dados da contabilidade, oferecendo resultados claros de toda a movimentação do e-commerce e da loja física.

Ferramenta de marketing: divulgação de uma loja

As ferramentas de marketing são complementares ao sistema de gestão de um e-commerce, sendo responsáveis por manter contato com os clientes já fidelizados e de alcançar um novo público para o negócio.

Por isso, essas ferramentas devem ser estudadas e aplicadas, de maneira a aumentar os resultados do e-commerce.

Uma das principais é o e-mail marketing. Ele pode ser utilizado de maneira bastante ampla, que vai desde a divulgação de ofertas do seu negócio, como um modelo especial de potes plásticos, até o envio de newsletters e conteúdos informativos.

Outra dica é investir na divulgação em redes sociais, que permitem um contato mais direto com o público e com as suas preferências, o que pode ser um meio bastante eficiente de realizar uma pesquisa de mercado e descobrir o interesse do seu público-alvo.

Além disso, nas redes sociais é possível realizar anúncios e atrair os usuários para acessar o seu e-commerce, por meio de um link que forneça produtos como etiquetas para camisetas, ou mesmo um link que leve o cliente para acessar o blog da loja.

Os meios de divulgação de um e-commerce são vários, e essenciais para que o público de um negócio possa conhecer a loja de maneira completa, acompanhando as novidades e lançamentos.

Métricas

Hoje também é possível investir em ferramentas de marketing voltadas para obtenção de métricas, que fornecem dados sobre o comportamento dos clientes no momento da compra.

Assim, é possível conhecer mais sobre como um cliente reage dentro da página de vendas, durante o lançamento de um novo produto como uma base para produtos de limpeza, verificando se ele adiciona o produto no carrinho e se finaliza a compra.

Isso permite medir, por exemplo, se os meios de pagamentos oferecidos são bem recebidos pelo público, ou se precisam ser complementados.

Esses dados também permitem realizar ações de marketing direcionadas ao público-alvo, sejam elas em redes sociais ou banners em sites e blogs.

Assim, essas ferramentas de otimização de um e-commerce se tornam diretamente responsáveis por melhorar os resultados e o número de vendas.

Ferramenta de logística: acompanhamento da entrega

Os sistemas de acompanhamento de entregas são essenciais dentro de um e-commerce.

Isso porque os clientes desejam saber cada detalhe de uma compra, acompanhando o processo desde que o produto sai de uma prateleira para supermercado ou loja, até o momento em que ele sai para entrega ao destinatário.

Por isso, é importante promover meios de informar ao cliente em qual etapa do processo de compra e entrega está o produto que ele adquiriu.

Uma das formas mais comuns de se fazer essa comunicação é utilizando e-mails informativos, que podem ser disparados diretamente pelo sistema de gestão do e-commerce, precisando para isso ser alimentado de acordo com os dados fornecidos pela logística da loja.

Há também a possibilidade de comunicar esses passos por meio de aplicativos de troca de mensagens instantâneas, que são cada vez mais utilizados por e-commerces.

Nesse cenário, é percebe-se o quanto as ferramentas disponíveis hoje são importantes para compor de maneira mais completa o mercado de vendas virtuais, complementando grande parte dos processos por meio do uso de sistemas e softwares essenciais para a gestão, marketing e logística de um e-commerce, otimizando sua estrutura e aumentando os resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.