Saiba se o profissional liberal pode requerer registro de marca

Será que um profissional liberal pode requerer registro de marca? É exatamente esse assunto que será abordado ao longo do artigo. Nos dias de hoje, muitas pessoas são profissionais liberais, por isso responder a essa pergunta é algo realmente muito importante.

Caso ainda não saiba, mesmo que existam algumas diferenças consideráveis entre esses profissionais – os liberais – e os demais, algumas questões são bastante parecidas. No entanto, como isso impacta o registro de marca? Ou será que um profissional liberal não pode solicitar esse registro?

Para saber tudo sobre o assunto, é só continuar a leitura até o final e ficar bastante atento.

óculos

Quem são os profissionais liberais?

Para começar, é importante ressaltar que um profissional liberal é aquela pessoa que tem total liberdade para exercer a sua profissão. O profissional liberal pode optar entre ser empregado em regime CLT, abrir uma empresa ou trabalhar sozinho. Fica a escolha de cada um.

Todas as atividades exercidas por profissionais liberais são fiscalizadas e regulamentadas pelas entidades de classe (Conselhos Profissionais – CREA, OAB, CRM, CRC, entre outros). Vale mencionar ainda que um profissional desse tipo que trabalha de forma autônoma, recebe um salário que varia conforme a sua produtividade. Ou seja, se trabalhar mais, ganha mais e vice versa.

Profissional liberal pode requerer registro da marca?

Mas, afinal, um profissional liberal pode requerer registro de marca? É claro que sim. Na verdade, ele não só pode como deve fazer isso o quanto antes para evitar futuras dores de cabeça. Tenha sempre em mente que nessas profissões mais independentes onde os profissionais podem atuar de forma autônoma, o número de concorrentes é ainda maior.

E você, como um profissional liberal, já deve saber o quanto é difícil conseguir se destacar em um mercado como esses, não é mesmo? Além da concorrência, também existem outras questões como, por exemplo, a instabilidade que certas atividades carregam e as oscilações da economia, o que pode acabar prejudicando o faturamento também.

E é exatamente por conta de todas essas questões que ter o registro de marca no Instituto Brasileiro de Propriedade Industrial (INPI) é muito importante para evitar que outros problemas e riscos acabem prejudicando a sua atividade de forma geral.

Para se ter uma ideia, as principais vantagens de realizar esse registro são:

  • Proteção contra uso indevido;
  • Evitar o risco de precisar mudar o nome da empresa e consequentemente a identidade visual do negócio
  • Maior credibilidade
  • Agregar valor aos produtos e serviços
  • Garantia de poder usar de maneira exclusiva a marca.

Além de tudo, não se esqueça também de que uma marca registrada pode ser franqueada, licenciada ou vendida, certo? Levando tudo isso em consideração, é realmente muito importante registrar a sua marca a fim de atuar com credibilidade e com maior segurança no mercado.

Portanto, um profissional liberal pode requerer registro de marca sim. Então, se esse for o seu caso comece a correr atrás disso o quanto antes.

Saiba mais neste artigo do site Move On Marcas: quem pode registrar marca.